Volume
Redes
Sociais
Conselho da Tesla avalia proposta de Musk para fechar capital da montadora
09/08/2018 - 2h16 em Novidades

Reguladores dos Estados Unidos está questionando a Tesla após o presidente-executivo da empresa, Elon Musk, anunciar seu plano de fechar o capital da montadora no Twitter. Os reguladores querem saber se a declaração de Musk é verdadeira, informou o Wall Street Journal nesta quarta-feira. 

Musk anunciou sua proposta em sua conta pessoal no Twitter na terça-feira, e a Comissão de Valores Mobiliários norte-americana (SEC, na sigla em inglês) questionou a Tesla sobre o assunto, porque o plano foi revelado pela rede social e não por um comunicado regulatório, e se acreditava que as regras de proteção ao investidor foram cumpridas, disse o jornal. 

A SEC não falou sobre o assunto e a Tesla não respondeu imediatamente aos pedidos de comentário. 

Na véspera, Musk disse no Twitter que considerava fechar o capital da montadora de carros elétricos a 420 dólares por ação, o que avaliaria a empresa em mais de 70 bilhões de dólares. O executivo disse ainda que o financiamento estava “garantido”, mas não detalhou. 

Vários advogados de valores mobiliários disseram à Reuters que Musk pode enfrentar ações judiciais de investidores se for provado que ele não tinha financiamento garantido no momento de seu tuíte. 

Alguns analistas de Wall Street se mostraram céticos em relação à capacidade de Musk de reunir o enorme suporte financeiro para concluir tal acordo, uma vez que a Tesla perde dinheiro, tem 10,9 bilhões de dólares em dívidas e seus títulos são considerados “junk” por agências de classificação de risco. 

 

“Quem doaria 30 bilhões a 50 bilhões de dólares para recomprar as ações?”, questionou Frank Schwope, analista do NordLB. “E se você ficar como acionista, terá menos informações do que antes e dependerá cada vez mais de Elon Musk.” 

 

COMENTÁRIOS